Dedo na cara!

É só abrir a caixa de mensagem que tem uma chuva de pedidos como esse...

Por Isabele Benito

Rio de Janeiro 10/07/2019 - ESPECIAL - Isabele Benito. Foto: Luciano Belfoird/Agencia O Dia
Rio de Janeiro 10/07/2019 - ESPECIAL - Isabele Benito. Foto: Luciano Belfoird/Agencia O Dia -
Rio - É só abrir a caixa de mensagem que tem uma chuva de pedidos como esse:

“Isabele, ajuda a gente! Todo mundo tem família, todo mundo quer estabilidade, todo mundo sonhou com esse concurso público. Nós passamos por todas as etapas e queremos apenas o que é nosso de direito.”

Esses são alguns dos 1.600 candidatos ao curso de formação para soldados da Polícia Militar, inserido no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), de 2014, que até hoje, 5 anos depois, não foram chamados... Pelo menos a maioria.

A gente sabe que o problema vem de gestões anteriores ao atual governo, mas a espera parece não ter chegado ao fim.

O governador começou a chamar os primeiros colocados, determinou um cronograma, tudo começou dentro do prazo. Mas já começou a atrasar de novo...

Mil candidatos estão para serem incorporados, os outros 600, sequer não tiveram resultado de pesquisa ou identificação.

Os 500 candidatos do mês de abril foram chamados somente em julho.. E os de julho e agosto, até agora estão sem resposta.

Muitos têm medo de que nunca cheguem de fato a trabalhar na PM do Rio de Janeiro.

“A gente passou por várias etapas, muitos deixaram seus empregos e até agora nada... Um sonho que virou frustração” relata um candidato que não quis se identificar.

Concurso público que caduca é prejudicial pra toda a sociedade. Entupir a cidade de PM não é solução para o problema de segurança, mas a presença deles em locais como a baixada por exemplo, é necessária.

Sem contar que um novo concurso geraria custos para todos os lados.

3,2,1... É DEDO NA CARA!
PINGO NO I
Os agentes de combate a endemias de Nova Iguaçu estão pedindo socorro. Segundo eles, a prefeitura se nega a pagar a taxa de insalubridade, direito assegurado por lei federal.

O trabalho no município envolve uso de larvicidas, venenos contra ratos, caramujos africanos e o prefeito acha que não tem necessidade de pagar?

É um trabalho arriscado, que envolve não só a vida de quem trabalha para controlar essas pragas, mas de toda uma população!

Na hora de campanha eleitoral, eles prometem mundos e fundos.. Depois viram as costas.

Então, bora colocar o pingo no i...

Se a prefeitura acredita que esse tipo de trabalho seja simples, manda os poderosos irem lá meter na mão na massa. Aí eu quero ver...
TÁ FEIO!

Já estamos no mês de setembro e até agora a questão não foi definida: Quem vai ficar responsável pelo Carnaval Carioca?

O prefeito Marcelo Crivella já deixou claro que não vai liberar dinheiro para qualquer tipo de evento que tenha venda de ingressos, como o desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial e Série A.

O Governo do Estado até agora não assumiu o Sambódromo… E enquanto isso, a Cidade do Samba permanece no marasmo, com a confecção das fantasias e alegorias paradas, sem previsão de início… Uma cidade fantasma.

Em outros anos ela já estaria a mil, empregando e brilhando.

Agora, gostando ou não, a gente tem que admitir… O Carnaval é uma das maiores manifestações artísticas do mundo e gira a economia de todos os setores da cidade.

Não dá pra ficar nessa indefinição faltando apenas 5 meses pra festa! Carnaval não é feito nos 4 dias de folia, tem planejamento, pessoas que trabalham e dependem o ano inteiro do trabalho nos barracões.

Se o turismo é o novo petróleo do Rio de Janeiro, que ele seja muito bem explorado!

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito… que vai sair, vai sair... Mas será que vai ser com o mesmo brilho?
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários