UFRJ e Fiocruz recomendam lockdown

UFRJ recomenda lockdown

Por O Dia

Mesmo diante da possibilidade de reabertura gradual no Rio, pesquisas reiteram a importância do lockdown. A Coppe/UFRJ estima que o pico da covid-19 será no início de junho e, para evitar o colapso total do sistema de saúde, recomenda a adoção do isolamento total. O lockdown também foi sugerido pela Fiocruz. Segundo os parâmetros estabelecidos pela fundação, a cidade ainda não está pronta para o fim do isolamento.

Na nota técnica, publicada em 6 de maio, a Fiocruz afirma que, para oferecer o afrouxamento seguro do isolamento social, deve haver queda na incidência da doença por, ao menos, 15 dias; ter entre 30% a 50% dos leitos ociosos; e disponibilizar testes para a covid-19 em larga escala, para mapear a circulação do vírus e quantidade de pessoas que já foram infectadas. Atualmente, o Rio tem somente 27% de leitos de enfermaria livres, enquanto em UTIs, a taxa é de 18%. 

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro