Denise Garcia: Inspire, respire e não pire no mundo corporativo

Ter consciência e cuidar das principais fontes de energia para nos fortalecermos como indivíduo, já trará mais qualidade a nossa mente: alimentação saudável, sono, atividade física, meditação e respiração

Por Denise Garcia*

Divulgação
Divulgação -
Num mundo cada vez mais acelerado, complexo e dinâmico, onde as empresas buscam soluções para seus problemas de forma a melhorar processos e reavaliar as estratégias, possivelmente terão que lidar com outro tipo de problema: o esgotamento e o estresse dos seus colaboradores que poderão gerar desengajamento, além de uma cultura negativa no ambiente de trabalho. E os resultados ficam comprometidos. Esse cenário vai mudar? Certamente não. Vivemos numa mudança de era, e o estresse já faz parte da nossa vida, e o que precisamos, é nos fortalecer como indivíduos, pois o cérebro sob estresse ataca, foge, se sente ameaçado, bloqueia pensamentos e não toma as melhores decisões. Quando estamos sob estresse, o corpo físico sente as consequências: enxaqueca, dores de estômago, possíveis dores no corpo, entre outros problemas.

Geramos, em média, 70 mil pensamentos por dia, sendo que 90% deles são repetitivos, e quando estamos com a energia baixa, ficamos presos aos mesmos pensamentos de reclamação e críticas. Culpamos os outros e justificamos os nossos erros, ao invés de buscarmos soluções. Os resultados corporativos são gerados por pessoas, e nessa nova era é fundamental que as empresas tenham um olhar mais humano junto aos seus times, pois a clareza de pensamentos contribuirá na tomada de decisões. Mas como encontrar caminhos para o alívio do estresse?

Ter consciência e cuidar das principais fontes de energia para nos fortalecermos como indivíduo, já trará mais qualidade a nossa mente: alimentação saudável, sono, atividade física, meditação e respiração.

A respiração é responsável por conectar o nosso corpo físico à nossa mente, e está diretamente ligada às nossas emoções, sendo possível controlá-las com exercícios específicos. Ela é uma ferramenta poderosíssima, que traz a nossa mente para o momento presente, permitindo que acalmemos os nossos pensamentos e possamos ter mais clareza das situações que estamos vivendo. E como complemento, a meditação nos ajuda na avaliação dos acontecimentos, organização dos pensamentos e como consequência, na tomada de decisões, pois vale lembrar que as nossas decisões são baseadas em emoções. Com a mente mais calma, é possível ter mais foco e mais produtividade em nossas atividades profissionais, mais resiliência para lidarmos com as situações difíceis.

Empresas que valorizam o cérebro dos seus colaboradores e entendem a sobrecarga de informações, já investem em ferramentas como meditação e técnicas de respiração, que poderão gerar mais saúde mental, inovação, criatividade e, consequentemente, resultados diferenciados. Enquanto isso, inspire, expire e não pire no mundo corporativo.
*Denise Garcia é consultora e treinadora de cursos de gerenciamento de estresse e liderança pelo TLEX Instituto e Organização Internacional Arte de Viver
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários