FMI e Banco Mundial pedem suspensão do pagamento das dívidas de países pobres

Instituições defendem alívio aos países em desenvolvimento, assim como enviar um sinal forte aos mercados financeiros

Por AFP

FMI e BM também pediram ao G20 que os encarregue da tarefa de avaliação, para elaborar a lista de países com dívidas insustentáveis e para trabalhar em uma reestruturação
FMI e BM também pediram ao G20 que os encarregue da tarefa de avaliação, para elaborar a lista de países com dívidas insustentáveis e para trabalhar em uma reestruturação -
Washington - O FMI e o Banco Mundial pediram nesta quarta-feira aos credores bilaterais dos países mais pobres que "congelem o pagamento das dívidas" para que possam liberar dinheiro para combater a pandemia de coronavírus.

"O Banco Mundial e o FMI acreditam que é imperativo neste momento dar um senso global de alívio aos países em desenvolvimento, assim como enviar um sinal forte aos mercados financeiros", afirmam em um comunicado conjunto.

A pausa permitiria analisar a situação e as necessidades de cada país, destacaram as duas instituições.

O pedido aponta para os países qualificados par a ajuda do "IDA", um fundo destinado aos "dois terços da população mundial em extrema pobreza".

FMI e BM também pediram ao G20 que os encarregue da tarefa de avaliação, para elaborar a lista de países com dívidas insustentáveis e para trabalhar em uma reestruturação.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários