Adolescente de 13 anos ajuda polícia a desvendar mistério de 27 anos

Max Werekna encontrou carro submerso em lago, em que estava o corpo de uma mulher de 69 anos desaparecida desde 1992

Por O Dia

Max Werekna estava no lago com a família, perto da casa de férias, quando descobriu os destroços e alertou a polícia
Max Werekna estava no lago com a família, perto da casa de férias, quando descobriu os destroços e alertou a polícia -
Canadá - Um adolescente de 13 anos ajudou a polícia a desvendar um crime de 27 anos. Max Werekna encontrou um carro submerso em um lago em Griffin Lake, na Colúmbia Britânica, no Canadá. O corpo da mulher de 69 anos desaparecida há 27 anos estava dentro do veículo.
Segundo a imprensa internacional, o jovem viu o carro enquanto passeava com a família nas férias, perto da casa de veraneio. Ele decidiu se aproximar e ao perceber o que era, alertou as autoridades. Uma equipe de mergulhadores deslocou-se ao local três dias depois.

Galeria de Fotos

Foi encontrado o corpo de Janet Farris, de 69 anos, uma mulher canadense que desapareceu quando dirigia para um casamento em 1992 Reprodução
Carro estava submerso a cerca de 5 metros de profundidade na água em Griffin Lake, em Revelstoke, British Columbia, no Canadá Reprodução
Equipe de mergulho chegou três dias depois e Max entrou na água com eles como guia com sua câmera GoPro e se tornou seu guia Reprodução
Max decidiu ir com os mergulhadores com uma câmara GoPro para captar imagens do carro que estava a cinco metros de profundidade, já que a água escura poderia dificultar o trabalho das autoridades. Ele também serviu de guia aos agentes.

Janet Farris, de 69 anos, tinha desaparecido há 27 anos quando ia para um casamento. As autoridades acreditam que a mulher perdeu o controle do veículo ao tentar desviar-se de um animal.

George Farris, filho da vítima, diz que agora sim pode realizar o funeral da mãe, 27 anos depois de ter desaparecido.

Comentários