Explosão de bomba deixa dois mortos em mesquita no Paquistão

Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do atentado

Por Istoé

Autoridades de segurança examinam o local da explosão
Autoridades de segurança examinam o local da explosão -

Internacional - Pelo menos duas pessoas morreram, e outras 25 ficaram feridas, nesta sexta-feira, pela explosão de uma bomba em uma mesquita do Baluchistão, uma instável província do sudeste do Paquistão – informaram fontes policiais.

A explosão foi causada por uma bomba de fabricação artesanal colocada debaixo de um assento destinado ao imã desta mesquita e ativada remotamente, declarou o chefe de polícia do Baluchistão, Mohsin Hassan Butt.

“Pelo menos duas pessoas, entre elas o imã, morreram, e 25 ficaram feridas”, disse Butt à AFP.

O oficial de polícia Abdul Razzaq Cheema confirmou número de vítimas e o incidente, registrado na cidade de Kuchlak, a 20 quilômetros de Quetta, a capital provincial.

Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do atentado.

Fronteiriço com Irã e Afeganistão, o Baluchistão é a maior e a mais pobre de todas as províncias do Paquistão.

Nela, são registrados regularmente atos violentos cometidos por separatistas locais, ou por grupos jihadistas.

Em meados de abril, um atentado suicida reivindicado tanto pelo grupo Estado Islâmico quanto por uma facção dos talibãs paquistaneses deixou 20 mortos e 48 feridos.

Comentários