Especialistas indicam prós e contras de mobiliário de loja ou feitos sob medida

Entre os pontos, há tipo de material que o morador quer para o lar e o período para entrega

Por O Dia

Móveis planejados x móveis feitos sob medida
Móveis planejados x móveis feitos sob medida -
Rio - Na hora de se mudar para um imóvel novo ou fazer uma reforma geral em casa, o morador pode ficar na dúvida sobre a escolha ideal dos móveis. Se opta por móveis planejados de lojas ou marceneiros. Para ajudar o consumidor a entender o que é melhor para a residência e para o bolso, especialistas indicam quais são os prós e contras de cada um.
A primeira questão entre móveis planejados e mobiliário feito sob medida é em relação ao material feito perfeitamente para aquele cômodo, podendo otimizar espaço dentro do lar. “A principal diferença entre os dois é que os móveis planejados apresentam a limitação de acabamentos e até de formatos. Já no caso dos marceneiros, isso não ocorre, pois eles fazem o mobiliário sob medida, podendo criar mil formas”, afirma a arquiteta Gabriela Hipólito. 
Mas, por ser um trabalho artesanal e não ter um projeto técnico, às vezes os acabamentos podem não ficar tão bons quanto o esperado, diferentemente de móveis planejados de lojas. Por isso, a necessidade de encontrar profissionais bons no mercado. 
“Nas cozinhas, tenho o costume de usar móveis planejados em armários, por ter módulos prontos, pois assim facilita o processo. Para fazer peças mais detalhadas, desenhadas, folha de madeira, já opto pelo serviço do marceneiro para fazer sob medida”, afirma Gabriela.
Em relação aos custos, o trabalho feito por marceneiro sai na frente. “Gosto de indicar a praticidade dos móveis planejados, mas em alguns casos o marceneiro pode ser mais barato”, explica a arquiteta Gigi Gorenstein.
Sobre o prazo de entrega, para quem tem pressa, é bom evitar os móveis feitos sob medida. Quando são móveis cheios de acabamentos e o profissional está com muita demanda, o tempo de espera pode ser muito longo.

Comentários