Por status de visitante 'indigesto', Vasco busca a quarta vitória fora contra o Avaí

Vanderlei Luxemburgo não contará com Leandro Castan e Marrony, suspensos

Por O Dia

 Decisivo contra o Galo, Rossi perdeu pênalti contra o Santos e busca a redenção contra o Avaí
Decisivo contra o Galo, Rossi perdeu pênalti contra o Santos e busca a redenção contra o Avaí -
 Rio - Com três vitórias nos últimos cinco compromissos fora de casa, o Vasco colocará à prova o status de visitante 'inconveniente' no confronto com o Avaí, nesta quinta-feira, às 19h15, na Ressacada. A derrota para o Santos, por 1 a 0, em São Januário, não apenas ecoou internamente como aumentou a pressão sobre o Cruzmaltino para recuperar em Florianópolis os pontos perdidos no Rio e, assim, administrar a 'gordura'  que o mantem afastado do Z-4 no Brasileiro.
"Desde o início do campeonato fala-se que o Vasco seria um dos candidatos ao rebaixamento e isso gera uma instabilidade grande na equipe. O lado emocional está presente na produtividade da equipe. Uns suportam mais pressão", disse Luxa, após a derrota para o Santos.
Após a deixar a zona de rebaixamento, o Vasco passou a lidar com a cobrança dos torcedores por voos mais altos e ambiciosos na competição. Sincero, Luxemburgo não os iludiu com falsas promessas e, como um mantra, sempre repetiu que a prioridade da equipe é garantir a permanência na Série A, antes focar em outro plano.
A pressão é grande, em todas as esferas. Perto de completar quatro meses de salários, o clube vive com o ambiente político em constante ebulição. A torcida comprou a briga do grupo e tem lotado São Januário. Ainda assim, o Vasco perdeu os últimos dois confrontos em casa, contra Bahia e Santos.
Rossi, que perdeu um pênalti contra o Peixe, conta com a confiança de Luxa para tentar a redenção contra o Avaí. 'Soltinho' fora de casa, o Vasco conta com sua grande torcida em Santa Catarina para voltar a vencer, mesmo com o desfalque de Leandro Castan e Marrony, suspensos. 
 

Comentários