Presidente do Fluminense diz que é cedo para realizar teste de COVID-19 no elenco

Mário Bittencourt afirmou que realizar os exames agora é uma decisão precipitada

Por O Dia

Bittencourt: bronca em Jesus
Bittencourt: bronca em Jesus -
Rio - O Flamengo realizou testes em quase 300 pessoas envolvidas com o futebol do clube na última semana e constatou 38 casos do novo coronavírus. No entanto, apesar da pressão da Ferj pela realização dos exames, o Fluminense ainda não deve fazer os testes no elenco. Mário Bittencourt, presidente do clube, afirmou que ainda é precipitada a decisão de fazer os exames.

"A gente entende que é precipitado testar as pessoas agora que elas estão seguras em casa. Como existe a necessidade de uma quantidade de dias mínimos para testagem, até porque a doença tem o período de incubação, enfim, nossos médicos nos dizem que é de cinco a sete dias antes. Determinado o prazo de volta, a gente vai testar os funcionários e os atletas e colocar eles debaixo de um protocolo de retorno aos treinos", disse Mário que emendou:

"Eu defendo uma teoria baseada nas orientações dos meus médicos e profissionais de futebol de que cada clube terá o seu protocolo. Porque as condições de cada clube são diferentes. Tem clubes que têm dormitórios em seus CTs, por exemplo, nós no Fluminense ainda não temos", encerrou o mandatário do Tricolor em entrevista ao 'Globoesporte.com'.

Comentários