Nenê e Nem pedem passagem no Fluzão

Com a chegada do técnico Oswaldo de Oliveira, jogadores têm grandes chances de ganhar de vez uma vaga no time titular

Por O Dia

Nenê no treino do Fluminense
Nenê no treino do Fluminense -

Duas das contratações do novo presidente Mário Bittencourt, Nenê e Wellington Nem a cada dia ganham mais espaço no Fluminense. E, com a chegada de Oswaldo de Oliveira, a tendência é a de que ambos se tornem titulares.

Nenê, de 38 anos, já ganhou a vaga no duelo com o Corinthians, no lugar do jovem João Pedro, de 17. Inicialmente, a ideia do interino Marcão e de Oswaldo era a de dar mais experiência à equipe numa partida fora de casa de mata-mata. Entretanto, a atuação do meia, com muita dedicação tática e movimentação com Yony González, agradou bastante, o que pode garanti-lo na equipe nas próximas partidas.

"Contribuiu demais com sua experiência. Taticamente foi perfeito. Segurou o jogo, posicionou-se bem defensivamente. Priorizamos isso. Ofensivamente deu segurança e experiência. Creio que contribuirá ainda mais", elogiou Marcão após o jogo.

Ao contrário do companheiro, que já fora titular com Fernando Diniz, Wellington Nem ainda aguarda uma chance de começar jogando. Desde que chegou e precisou de uns dias de preparação física, viu Marcos Paulo se destacar nos jogos. Mas o atacante de 27 anos já vinha pedindo passagem ao ir muito bem nos treinos.

Quando entrou contra o Corinthians, Nem usou sua velocidade para fazer uma grande jogada — a melhor do time no segundo tempo. Essa sua característica é vista como importante para dar mais profundidade e objetividade ao ataque — por isso, ele deve ser usado com mais frequência.

No vídeo de divulgação do encontro de Oswaldo com o grupo, o novo treinador mostrou muita animação ao conversar com Nem: "Você está do meu lado agora".

Comentários