Neto vê Corinthians prejudicado contra o Fluminense: 'Meteram a mão'

Apresentador afirmou que arbitragem ignorou pênaltis para o Timão

Por O Dia

Neto, apresentador da Band
Neto, apresentador da Band -
São Paulo - No empate sem gols pela primeira partida das quartas de final da Copa Sul-Americana entre Corinthians e Fluminense, o apresentador do "Donos da Bola" da "Bandeirantes", Neto, entendeu que a arbitragem prejudicou o clube paulista. Na opinião do ex-jogador, a arbitragem ignorou duas penalidades para o Alvinegro. 
"Roubaram o Corinthians ontem (quinta). Roubaram de mão grande. Meteram a mão. Não deram dois pênaltis para o Corinthians. O VAR não foi chamado, ficou ouvindo e não teve personalidade. Meteram a mão no Corinthians", declarou.
"O Corinthians jogou mal? Jogou muito mal. Jogou nada. Por sinal, o 0 a 0 foi muito bom para o Corinthians, porque, se o Fluminense tivesse um pouquinho mais de ousadia, ganhava o jogo", completou o ex-jogador.
Neto acredita que o primeiro pênalti deveria ser dado em um lance envolvendo o zagueiro Frazan, do Fluminense, e o atacante Pedrinho, do Corinthians, na área tricolor.
"O jogador do Fluminense vai e empurra o Pedrinho. Fez a falta com a bola em jogo. Não me interessa se o Corinthians tinha de devolver a bola para o Fluminense. Uma discussão não tem nada a ver com a outra. O que o árbitro tinha de fazer? Pênalti e cartão amarelo para o jogador do Fluminense", afirmou o ex-jogador.
No outro pênalti, o apresentador se refere ao lance entre Allan e Boselli, quando o árbitro deu infração corintiana. "Quem agarra o Boselli com o braço esquerdo? Agarrou o Boselli e puxou ele. Pênalti para o Corinthians", disse Neto.

Comentários