MP do Trabalho abre inquérito contra o Flamengo e pede esclarecimentos sobre os treinos

Clube iniciou as atividades na última terça-feira

Por O Dia

Centro de Treinamento do Flamengo, Ninho do Urubu
Centro de Treinamento do Flamengo, Ninho do Urubu -
Rio - Ainda que o Flamengo tenha retomado as atividades no Ninho do Urubu, o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) quer esclarecimento do clube, que mantém os treinamentos desde a última terça-feira. As informações são do portal "UOL".
Segundo o inquérito cujo o site teve acesso, a procuradora do trabalho Valdenice Amalia Furtudo, quer apurar se a volta do clube aos treinamentos está amparada por bases legais. De acordo com a magistrada, o clube terá cinco dias para comprovar que: que sua atividade não foi suspensa pelas autoridades competentes, o procedimento com relação a trabalhadores contaminados ou com suspeitas de estarem com Covid-19 e a adoção de medidas de combate à propagação da Covid-19, relacionando-as.
O inquérito, instaurado na última quarta-feira, usa como base as imagens feitas pelo helicóptero da Globo que registrou parte do treino.
Segundo o Flamengo, o retorno das atividades teve o aval de todos os jogadores, membros da comissão técnica e funcionários. Nesta sexta-feira, o elenco são aguardados para mais uma sessão de atividade no centro de treinamento.

Comentários