Fogão se livra da uruca: 3 a 1

Com o interino Bruno Lazaroni no comando, Alvinegro bate o Goiás e encerra jejum

Por

Gabrielfaz sinal para a torcida após marcar o primeiro gol do Botafogo
Gabrielfaz sinal para a torcida após marcar o primeiro gol do Botafogo -

Ufa! Finalmente! Aleluia! Seja qual for a exclamação, o torcedor do Botafogo voltou a sentir o gostinho de triunfar no Campeonato Brasileiro após cinco rodadas. Na noite de ontem, no Estádio Nilton Santos, a equipe bateu o Goiás por 3 a 1 e conseguiu uma trégua com a galera. Gabriel, João Paulo e Leo Valencia marcaram para o Alvinegro, com Marcelo, contra, descontando para o Esmeraldino.

O time encerrou a sequência agoniante de cinco compromissos sem vitórias. A apresentação serviu para amenizar um pouco a pressão no clube depois da demissão do então técnico Eduardo Barroca, substituído ontem pelo auxiliar Bruno Lazaroni.

O resultado manteve o Glorioso no 12º lugar, agora com 30 pontos. O próximo compromisso será diante do Palmeiras, sábado, no Pacaembu. Para essa partida, o time terá uma série de desfalques. O goleiro Gatito Fernández e o lateral-direito Marcinho, a serviço das seleções paraguaia e brasileira, respectivamente, já estariam fora. Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, estão Marcelo, Cícero, Rodrigo Pimpão e Diego Souza.

Em campo, a equipe demonstrou outra postura e muita disposição. O gol de Gabriel, de cabeça, aos 31 minutos da etapa inicial, serviu de prêmio para a boa atuação. O Árbitro de Vídeo, algum tempo depois, ainda anulou um gol de Cícero.

O Esmeraldino voltou um pouco melhor organizado no segundo tempo. Os visitantes chegaram a empatar, mas o VAR entrou em ação mais uma vez e invalidou o gol de Michael. Na sequência, João Paulo ampliou e aliviou a tensão.

O Goiás ainda diminuiu, gol contra de Marcelo, mas Leo Valencia, que tinha acabado de entrar, garantiu a festa no Nilton Santos.

Comentários