Haddad cresce e empata com Bolsonaro no primeiro turno, aponta CNT/MDA

De acordo com o levantamento, se eleição fosse hoje, em um cenário de segundo turno petista ganharia do candidato do PSL. Pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro e 2.002 pessoas foram ouvidas

Por O Dia

Bolsonaro e Haddad
Bolsonaro e Haddad -

Rio - Uma nova pesquisa do CNT/MDA apontou que os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Haddad (PT) estão empatados tecnicamente no primeiro turno. Jair possui 28,2% e Haddad 25,2% das intenções de voto e, considerando a margem de erro de 2,2 pontos percentuais, os candidatos disputam o segundo turno. 

Os demais presidenciáveis aparecem com as seguintes porcentagens: Ciro Gomes (PDT) 9,4%; Geraldo Alckmin (PSDB) 7,3%; Marina Silva (Rede) 2,6%; Henrique Meirelles (MDB) 2%; João Amoedo (Novo) 2%; Álvaro Dias (PODE) 1,7%; Cabo Daciolo (PATRI) 0,7%; Guilherme Boulos (PSOl) 0,4%; Vera (PSTU) 0,3%; João Gourlat Filho (PPL) 0,1%; João Maria Eymael (DC) 0,1%. Brancos e nulos somam 11,7% e indecisos 8,3%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro e 2.002 pessoas foram ouvidas em 137 municípios de 25 estados da federação.O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-03303/2018 e tem nível de confiança de 95%. Na última pesquisa MDA/CNT, do dia 17 de setembro, Bolsonaro aparecia em primeiro lugar, com 28,2% das intenções, seguido por Haddad, com 17,6%, e Ciro, com 10,8%.

Segundo turno

Ainda de acordo com a pesquisa do CNT/MDA, em um cenário de segundo turno, o petista venceria Bolsonaro. Caso a eleição fosse hoje, Haddad teria 42,7% contra 37,3% de Bolsonaro. O candidato do PSL também perderia para Ciro Gomes por 35,2% a 42,7% e empataria tecnicamente com Geraldo Alckmin, sendo 37% para Bolsonaro e 33,6% do tucano.

Por sua vez, em um cenário de segundo turno, Haddad aparece empatado com Ciro Gomes: 33,9% contra 34%; e os dois venceriam Geraldo Alckmin.