Caxias inicia campanha de combate ao feminicídio

Município possui o recorde negativo de campeão nos índices de violência feminina no Rio de Janeiro

Por O Dia

Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias
Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias -
Duque de Caxias - Feminicídio é crime de ódio, e não de amor! Foi com base nesse tema que a Prefeitura de Duque de Caxias, com o apoio de diversos setores da sociedade civil, lançou na última quarta-feira, 12, uma campanha de enfrentamento à violência contra a mulher. A iniciativa teve início com cerimônia no Teatro SESI de Duque de Caxias.
Fórum discutiu crimes contra a mulher em Caxias - Divulgação
O município possui o recorde negativo de campeão nos índices de violência feminina no Rio de Janeiro, o que levou a Prefeitura a promover a campanha. Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), somente em 2018, foram registrados mais de 3,8 mil casos na cidade.
"O combate à violência contra a mulher exige o envolvimento de todos. A iniciativa da Prefeitura é excelente e chega em boa hora, já que infelizmente os casos na cidade são recorrentes. A expectativa dos organizadores é de que o fórum de discussão permanente ajude a educar para reduzir os casos. Vamos atuar juntos, com conscientização e ação para prevenir e combater os crimes”, explicou a delegada titular da DEAM, Drª Fernanda Fernandes.
Os debates aconteceram em dois momentos, com painéis e discussões sobre o tema, apresentação do número de casos de violência no município e as iniciativas de combate desenvolvidas pela Prefeitura, através dos seus equipamentos públicos, e pelos órgãos de segurança.
Atriz Cristiane Machado emocionou com depoimento sobre agressão - Divulgação
O evento de lançamento contou com a presença de autoridades municipais, estaduais e federais, além de pessoas ilustres como o Pastor Cláudio Duarte, a apresentadora da TV Bandeirantes Gardênia Cavalcanti, a atriz Cristiane Machado, vítima de violência após ser agredida pelo ex-marido, a delegada titular da DEAM de Duque de Caxias, Dra Fernanda Fernandes, representantes da OAB, do Ministério Público e Defensoria Pública, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Firjan Caxias e Região, Câmara Municipal e do 15º Batalhão de Polícia Militar.
Prefeitura e diversos órgãos estão mobilizados contra feminicídio - Divulgação
Centro de monitoramento

Para tentar diminuir os índices de violência, a Prefeitura de Caxias já concedeu à Deam acesso para a Central de Monitoramento e Controle do município, além de todas as câmeras de vigilância que mapeiam a cidade. O município ainda conta com o Centro de Referência do Homem (CRHomem), um espaço voltado para reduzir casos de agressões a mulheres através de um trabalho com os homens, desnaturalizando a violência e frisando para eles que é crime.

Galeria de Fotos

Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias Divulgação
Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias Divulgação
Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias Divulgação
Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias Divulgação
Fórum de Feminicídio em Duque de Caxias Divulgação

Comentários