Estudante da Baixada Fluminense cria canal no YouTube para falar de educação financeira e orientar pessoas de baixa renda

O canal 'Finanças com a Nath' tem mais de 35 mil inscritos, e Nath é referência nas redes sociais, com 78 mil seguidores no Twitter e 25 mil no Instagram

Por Lucas França

Canal 'Finanças com a Nath
Canal 'Finanças com a Nath" no Youtube -

Rio - O medo de lidar com o dinheiro quando não se tem renda fixa, formas de limpar o nome e até como utilizar o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) são questões presentes na vida de muitos brasileiros, principalmente de uma parcela que recebe até cerca de R$ 1.000 mensais. Para ajudar pessoas com esse tipo de dúvida, a estudante Nath Rodrigues, de 21 anos, moradora de Nova Iguaçu, na Baixada, começou um canal de educação financeira no YouTube há 11 meses.

Atualmente, o 'Finanças com a Nath' tem mais de 35 mil inscritos, e Nath é referência nas redes sociais, com 78 mil seguidores no Twitter e 25 mil no Instagram. "Criei uma comunidade na internet, isso foi incrível para mim", celebra.

A ideia do canal surgiu após Nath cursar uma aula de Matemática Financeira na faculdade de Administração, em que está no 7º período. Motivada com o que aprendeu, a estudante decidiu criar o projeto para ensinar tudo o que aprendia na faculdade, divulgar cursos que fizesse de maneira acessível. A percepção inicial de Nath foi de que muitos canais e pessoas falavam sobre educação financeira, mas de um jeito que não atende as pessoas de baixa renda — "falando com fórmulas mágicas de ficar rico", segundo ela. Alcançar esse perfil é um dos objetivos.

"Optei pela baixa renda porque eu não sou a pessoa que pode guardar 1.000 reais para investir, sou a parcela da população que ganha esse salário. A maioria dos brasileiros ganham esse. Estava sentindo falta de pessoas que ganham pouco como eu falar sobre finanças na internet", diz.

Emancipação

Segundo a estudante, a educação financeira é uma das formas que temos de questionar o sistema em que vivemos. Nath explica que, quando o pobre entende que não é obrigado a pagar tarifa bancária de banco, segundo a Lei dos Serviços Gratuitos do Banco Central (Resolução 3.919, art. 2º, inciso I), ou quando descobre a importância de não ter vários cartões de crédito, isso é uma forma de emancipar as pessoas. A partir daí, ela afirma que possivelmente pode-se ter mais vontade ainda de lutar em outras pautas, como racismo, machismo e desigualdade social.

Planejamento

Em 2020, os planos de Nath são terminar a faculdade, ter um editor dedicado ao canal dela, realizar palestras gratuitas de finanças pessoais para a periferia e fazer consultoria financeira individual. Nem críticas na internet, como ser chamada de "coach de pobre", impedem Nath de continuar. "Enquanto ajudar pessoas a entenderem gastos, taxas bancárias, e a terem uma educação financeira saudável, estarei no caminho certo", comenta.

 

Dicas para 2020

Entenda como você se relaciona com o dinheiro, como você/suas emoções se comportam e como isso afeta sua vida financeira

Faça da sua vida financeira um hábito, anotando gastos, estudando e entendendo o que é necessário e o que é desejo de consumo (Nath recomenda o livro 'O Poder do Hábito', de Charles Duhigg)

Não deixe de anotar seus gastos semanais/diários: Escolha um dia específico para organizar suas finanças (1 vez por semana ou todo dia)

Controle seu dinheiro com planilhas, aplicativos ou até folha de caderno (Há vídeos no canal sobre o assunto)

Guarde o que puder: Não fique triste se você não consegue guardar 20% da sua grana para investir, o importante é você estudar, controlar sua grana e guardar o que puder. Não fique frustrado ou frustrada

Para o Carnaval, você pode combinar com seus amigos de levarem sanduíche e bebidas na bolsa térmica de casa. Com todos dividindo fica baratinho.

Anotar os gastos é importante

Defensora dos cadernos e aplicativos para controle financeiro, Nath explica a crença na anotação constante dos gastos. "Imagina você, que tem contas pra pagar e não sabe quanto tem de saldo. Como vai manter a saúde financeira boa? Vamos pôr esse hábito em prática! Pode anotar semanalmente ou diariamente os gastos", diz. Os melhores espaços indicados por Nath para anotar toda sua vida financeira são:

Folha de caderno: separe as despesas. Se você tem conta fixa todo mês, anote e deixe no caderninho.

Planilhas financeiras: no canal tem uma planilha, e Nath ensina como usar.

Grupo no WhatsApp só com você: anotar até o amendoim do trem.

Aplicativos: Fortuno, Minhas Economias, Mobills e Orçamento Fácil.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários