Camilla Camargo fala sobre os desafios da maternidade

Atriz revela o desejo de transmitir ao herdeiro, Joaquim, valores que aprendeu com os pais, Zilu e Zezé Di Camargo

Por BÁRBARA SARYNE

Camilla Camargo, o marido, Leonardo, e o filho:
Camilla Camargo, o marido, Leonardo, e o filho: "Ele é um pai excelente", diz a atriz -

Rio - Camilla Camargo teve seu primeiro filho, o pequeno Joaquim, em agosto. De lá para cá, a filha de Zezé e Zilu se descobriu uma nova mulher. Mais próxima da família, sensível e dedicada, a atriz de 34 anos separou um tempinho precioso da agenda para falar com o DIA sobre os desafios da maternidade.

Entre trocas de fraldas e pausas para amamentar, Camilla contou que não tem ajuda de babá ou enfermeira. Desde a chegada do herdeiro, ela não sai de casa e vive numa loucura para dar conta de tudo. "Antes eu tomava banho na hora que queria, saía à noite com o marido. Hoje tomo banho quando consigo, quando o bebê está mais calmo. E me preocupo com as mamadas porque ele está 100% no peito", afirma ela.

Os perrengues de uma mãe de primeira viagem, no entanto, valem a pena. Camilla já se considera coruja e afirma que as dores do parto não foram nada perto do amor que sente pelo filho. "O parto foi o momento mais sublime da minha vida. Foi além do que imaginei. Sempre sonhei com o parto normal, mas nunca achei que fosse doer tanto. Foram mais de 30 horas em trabalho de parto. Mas foi inesquecível. Mesmo sendo difícil, não trocaria isso por nada desse mundo", declara a atriz.

Filha de Zezé e Zilu, que estão separados desde 2014, Camilla quer passar valores que aprendeu com os pais para o herdeiro. Segundo ela, sua criação foi marcada por diálogos sobre a importância de manter a essência e, sobretudo, a humildade. "Meu pai e minha mãe sempre foram exemplos de caráter e generosidade. Eles me ensinaram a ter sempre os pés no chão, respeitar todo mundo. Uma coisa que também aprendi com os dois foi se doar ao próximo. Quero que o Joaquim tenha isso no coração dele", explica a mamãe do pedaço.

O ano perfeito

Com o ano de 2019 chegando ao fim, Camilla faz um balanço positivo dos últimos meses. A atriz se considera orgulhosa por ter realizado projetos profissionais mesmo com a gravidez. "Sou grata ao Otávio Martins que me chamou para fazer a peça 'Divórcio' e não pensou em me tirar do elenco quando soube da gestação. Consegui fazer até o final da temporada", comemora.

Além de estar envolvida com os cuidados do filho, a filha de Zezé revela ansiedade para a estreia do filme 'Intervenção', escrito pelo mesmo autor de 'Tropa de Elite'. A artista interpreta uma repórter no longa de ação. "Consegui finalizar o ano com esse grande projeto. Depois, pretendo retomar leituras. Quero começar 2020 cheia de novidades", avisa ela.

Embora esteja louca para voltar ao teatro, o peso de deixar o filho já enche os olhos da atriz de lágrimas. Ainda assim, Camilla entende a importância de sair para trabalhar e, ao mesmo tempo, lutar pelo futuro de Joaquim. Ela já ensaia, inclusive, o que dirá para o pequeno toda vez que sair de casa para a labuta.

"Existe a famosa culpa de ter de se separar do filho por um tempo. Ainda mais eu, que estou em casa com ele 24h. Já penso nisso e me dói. Mas sei que é necessário. O trabalho engrandece o ser humano e quero que meu filho tenha orgulho de mim, que ame o trabalho que ele terá no futuro, que saiba valorizar as coisas. Isso é um ensinamento", conta ela, que mudou seu conceito de família.

"Hoje vejo mais sentido em tudo isso. Ficou mais forte no meu coração. O Joaquim é a prioridade da minha vida. É um vínculo de amor, união, um fruto meu e do meu marido. Antes eu pensava o que eu ia fazer, agora é o que vamos fazer com o Joaquim", declara.

 

Divisão de tarefas

Camilla e o marido, o diretor Leonardo Lessa, dividem as tarefas da casa e os cuidados com o bebê. Enquanto Joaquim se alimenta 100% do leite materno, a mãe acaba se dedicando mais ao herdeiro. Leonardo, porém, é responsável por ficar com a criança quando chega do trabalho. Ele não se importa de acordar na madrugada para trocar as fraldas do filho.

De acordo com Camilla, o que o marido faz não deve ser exaltado, pois é o mínimo que todo bom pai deve fazer. "Não é que o marido tem que ajudar, ele tem que exercer a função dele. Isso exige que dê banho, troque fralda, coloque o filho para dormir. Graças a Deus, meu marido é consciente e faz tudo isso direitinho. Quando o bebê acorda para mamar, não tem jeito, acaba ficando comigo. Mas meu marido é um pai excelente", elogia a atriz.

Além do companheiro, Camilla conversa muito com a irmã, Wanessa Camargo, que já é mãe de dois meninos e tem experiência quando o assunto é maternidade. "Somos muito amigas, mas se duvidar eu dei mais dicas para ela do que ela para mim. Sempre fui mais jeitosa com crianças".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Camilla Camargo, o marido, Leonardo, e o filho: "Ele é um pai excelente", diz a atriz R R FOTOGRAFIA
Camilla Camargo Patricia Canola
Camilla Camargo Patricia Canola
Camilla Camargo com o filho e o marido Reprodução/Instagram
Camilla Camargo com o filho e o marido Reprodução/Instagram

Comentários