Depressão em foco no 'Fantástico'

A doença é mais comum nas mulheres. Entre os sintomas estão tristeza e alterações de sono, apetite e rendimento

Por O Dia

O médico Drauzio Varella
O médico Drauzio Varella -

Um mal que acomete mais de de 300 milhões de pessoas no mundo. A depressão é o tema da nova série 'Não tá tudo bem, mas vai ficar', em três episódios, que estreia hoje, no 'Fantástico', da Globo. A produção é feita sob o comando do médico Drauzio Varella. "A depressão é uma grave epidemia mundial. Até o ano que vem, segundo a Organização Mundial da Saúde, será a principal doença causadora de afastamentos do trabalho", alerta Varella.

A doença não leva nem conta idade, nem a condição econômica e vitima inclusive personalidades bem sucedidas, como a cantora sertaneja Paula Fernandes e o rapper Baco Exu do Blues. Ambos participam do primeiro episódio.

"Eu tive que quase morrer para entender que pedir ajuda é melhor do que você morrer", desabafa Baco Exu do Blues. No episódio de estreia, a série explica o que é depressão, o desequilíbrio químico que acontece no cérebro e a dificuldade de reconhecer o problema. A doença é mais comum nas mulheres e os sintomas são muitos, como tristeza, desânimo, pensamentos pessimistas e alterações de sono, apetite e rendimento.

O médico vai além. "O preconceito da própria pessoa de reconhecer que está doente. O medo de ficar exposto numa situação de fragilidade. O estresse do dia a dia turbinando as angústias. Por tudo isso, a depressão é hoje uma grave epidemia mundial", esclarece o doutor.

 

Galeria de Fotos

O médico Drauzio Varella Globo/ Reinaldo Marques
Paula Fernandes Reprodução
Baco Exu do Blues Fernando Schlaepfer/Reprodução

Comentários