'Casos de Família': Confira dez momentos em que Dra. Anahy brilhou no programa

Atração do SBT completou 10 anos sob o comando de Christina Rocha; em celebração, o iG Gente compilou as vezes que sua fiel escudeira se destacou

Por iG

Dra Anahy no
Dra Anahy no "Casos de Família" -
São Paulo - Em 2019 Christina Rocha completou uma década sob o comando do “Casos de Família”, vespertino diário do SBT que têm como pauta principal pessoas e seus relacionamentos. Todavia, entre tapas e beijos, Christina Rocha nunca esteve sozinha no palco do “ Casos de Família ”, no papel de psicóloga e fiel escudeira lá estava ela: Dra. Anahy D’Amico.
Sabendo do aniversário do programa, o iG Gente listou 10 vezes que a psicóloga deu conselhos valiosos. Afinal, ela também tem seus momentos de protagonismo. Confira os conselhos de Dr. Anahy:

- “A mulher tem o direito sim de não viver com homem que a trate como objeto”; 
- “A carne só é fraca se o caráter não for forte”;  
- “Nós não precisamos de proteção, nós precisamos de respeito. De gente que entenda que temos o direito de ser o que a gente quiser”;
- “Ciúme continua sendo visto como prova de amor”; 
- “Se não houver reconhecimento de que uma coisa não está legal, não tem como haver mudança”; 
- “O machismo está no sangue de todo mundo, da mulher também. Todo mundo que foi falar com vocês falou assim: 'vocês têm capacidade para encontrar coisa melhor. Gente, nós [mulheres] temos capacidade para ficar sozinhas'”;
- “A sociedade exige que mulheres trabalhem como se não tivessem filhos e sejam mães como se não trabalhassem fora. A conta não fecha”;
- “As pessoas têm muita dificuldade de abandonar aquilo que faz mal porque se acostumam com o sofrimento”;
- “É preciso dar asas às pessoas, dar corda às pessoas porque elas têm de ser livres, elas ficam com a gente se quiserem”;
- “A função dos problemas é fazer a gente crescer”;
 
Uma peça fundamental do programa do SBT , ao que parece, Dra. Anahy não é apenas a psicóloga oficial do “Casos de Família”, além de fiel escudeira da apresentadora, ela é um poço de sensatez.


Comentários