Guarda Municipal do Rio regulamenta gratificação para guardas atuarem nas folgas

Ideia é lançar mão do programa durante grandes eventos, como Carnaval, Réveillon e competições esportivas

Por PALOMA SAVEDRA

Guardas que cumprirem requisitos poderão se inscrever
Guardas que cumprirem requisitos poderão se inscrever -

Sairá no DO de hoje a portaria da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) regulamentando o pagamento da gratificação de encargos especiais para os agentes trabalharem durante a folga. Conforme a coluna antecipou em 18 de setembro, essa será uma das medidas do órgão para reforçar o trabalho da Guarda nas ruas cariocas. Aliás, será colocada em prática já no Carnaval.

A gratificação será bancada pelo Fundo Especial de Ordem Pública (Feop) — vinculado à Secretaria de Ordem Pública —, 'abastecido' com verbas de várias origens, como até de multas aplicadas no transporte irregular de passageiros e no VLT.

A ideia é lançar mão desse serviço extraordinário principalmente durante grandes eventos: além do Carnaval, Réveillon, shows e competições.

Para se inscrever, o guarda deverá cumprir alguns requisitos. Um deles é que o guarda terá de estar em exercício no âmbito da GM-Rio (ou seja, não estar em outra pasta). Também deverá respeitar um intervalo mínimo de 11 horas de descanso antes e após sua jornada de trabalho normal.

Os agentes readaptados, em cumprimento de suspensão e com restrição de ordem judicial não poderão se inscrever no programa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários