Breno e Caio César assinam contrato com novo escritório

Novo empresário da dupla é o mesmo que gerencia a carreira de Joelma

Por O Dia

Breno e Caio César
Breno e Caio César -

A dupla paulistana Breno e Caio Cesar acaba de assinar contrato com o empresário Pedro Mota, que também cuida de César Menotti e Fabiano, Mano Walter, DJ Ralk, além de artistas como Lucas Veloso. Mota também lançou no Nordeste as carreiras de Marília Mendonça, Henrique e Juliano e Jorge e Mateus, de onde despontaram para o Brasil, sem falar de ser responsável pela carreira solo da cantora Joelma.

A dupla agora se une ao escritório Fonttes Promoções e Eventos para venda de shows e direcionamento artístico.

Os irmãos gêmeos somam mais de 120 milhões de visualizações no Youtube, 13 milhões somente na canção 'Deixa Eu Te Chamar de Meu Amor'. Além disso, os cantores são seguidos nas redes sociais por mais de 1.5 milhões de pessoas e tem mais de 5.5 milhões de ouvintes mensais nas plataformas digitais.

Comentários

Breno e Caio César assinam contrato com novo escritório O Dia - Leo Dias

Breno e Caio César assinam contrato com novo escritório

Novo empresário da dupla é o mesmo que gerencia a carreira de Joelma

Por O Dia

Breno e Caio César
Breno e Caio César -

A dupla paulistana Breno e Caio Cesar acaba de assinar contrato com o empresário Pedro Mota, que também cuida de César Menotti e Fabiano, Mano Walter, DJ Ralk, além de artistas como Lucas Veloso. Mota também lançou no Nordeste as carreiras de Marília Mendonça, Henrique e Juliano e Jorge e Mateus, de onde despontaram para o Brasil, sem falar de ser responsável pela carreira solo da cantora Joelma.

A dupla agora se une ao escritório Fonttes Promoções e Eventos para venda de shows e direcionamento artístico.

Os irmãos gêmeos somam mais de 120 milhões de visualizações no Youtube, 13 milhões somente na canção 'Deixa Eu Te Chamar de Meu Amor'. Além disso, os cantores são seguidos nas redes sociais por mais de 1.5 milhões de pessoas e tem mais de 5.5 milhões de ouvintes mensais nas plataformas digitais.

Comentários