Decisão de Brasília pode levar Regina Celi de volta ao Salgueiro

Ela ficaria no cargo até o desfile da agremiação no Carnaval deste ano.

Por O Dia

Regina Celi
Regina Celi -

Regina Celi aguarda uma decisão vinda de Brasília nas próximas horas que pode mudar o Carnaval 2019 para o Salgueiro. Com a ajuda de seu advogado, Ubiratan Guedes, ela pode voltar a ser presidente da escola de samba até o desfile deste ano na Marquês de Sapucaí, e André Vaz deixaria o cargo neste período. 

A pergunta, que não quer calar e a coluna gostaria de saber, é a seguinte: O que acontecerá nessa nova gestão, caso Regina assuma novamente, com os integrantes da escola que traíram a ex-presidente? Entre eles, o coreógrafo Carlinhos Salgueiro, a porta-bandeira Marcella Alves, e, por último, mas sem esquecer de sua traição, a rainha de bateria Viviane Araújo. 

Vale lembrar, que no caso de Viviane Araújo, foi Regina Celi que a levou para o Salgueiro. A ex-presidente sempre apoiou a atriz em tudo e a ajudou profissionalmente durante os últimos anos, inclusive pode ser considerada a responsável pela vitória de Viviane em "A Fazenda", já que foi Regina que montou na quadra da escola uma central de ligações para votarem na rainha de bateria. Viviane sempre esteve "em cima do muro" entre André e Regina, mas com a saída da Regina, logo se mostrou tranquila com André na presidência. 

 

Últimas de Leo Dias