Carol Macedo: 'Não tenho um estilo próprio. Gosto de ir do clássico ao ousado'

Atriz revela sua paixão pela moda, fala de relacionamento, carreira e muito mais

Por

Carol Macedo
Carol Macedo -

Aos 25 nos, Carol Macedo colhe os louros de sua bela atuação como Paulina em 'O Tempo Não Para'. A atriz trocou sua tão amada São Paulo pelo Rio de Janeiro, onde agora mora com o namorado Rafael Eboli, de 36 anos, por conta das gravações da novela. Ela garante que os 11 anos de diferença na idade em nada atrapalham o relacionamento. Pelo contrário! Carol se define em uma fase muito mais madura. Apaixonada por moda, ela trabalha com a possibilidade de em breve lançar sua própria coleção de roupas. Apesar de Paulina, sua atual personagem, não ser tão ligada à moda quanto Carol, as duas tem algo em comum: foco e determinação. Não por acaso a atriz nunca se imaginou seguindo outra carreira. Vocês podem não lembrar, mas ela está presente nas telinhas desde os 6 anos de idade, quando fazia comerciais de TV. Depois disso, ela atuou em 'Passione', 'Fina Estampa', 'Em Família' e 'Malhação - Viva a Diferença'. Com vocês, Caroline Soares Macedo.

Como está a repercussão da Paulina nas ruas?

As pessoas estão adorando a Paulina. Ela é um exemplo de muitas meninas batalhadoras que vemos no nosso dia a dia. Então, recebo muitas mensagens de garotas que também dão o sangue, acordando cedo pra ir trabalhar e depois ir para a faculdade, cuidar da casa, cuidar do pai e assim vai... Lutando pra dar um futuro melhor às suas famílias. Aliás, a relação de carinho que ela tem com o pai e a sua honestidade em lidar com todas as situações da trama também são muito elogiadas!

Você e ela se parecem em algo?

Sou muito focada e determinada em tudo que faço e quero. A Paulina tem muito disso.

Como você avalia a evolução dela na trama?

Avalio de uma forma muito positiva. A Paulina vem crescendo a cada dia. A sua própria trama vem se desenvolvendo e sendo super bem aceita pelo público!

A Paulina é uma personagem de destaque. Ela é o que você precisava para demonstrar todo o seu potencial em cena?

Eu sempre digo que tive muita sorte com todas as personagens que já fiz na TV, e a Paulina é mais uma que entra nessa lista de meninas com uma trama bem escrita e de importância na novela. Eu me dediquei 100% em todas elas, assim como faço com a Paulina, mas talvez a diferença é que ela vem em um momento em que eu estou mais madura.

Você aprendeu algo com essa personagem?

Ela me ajuda a reforçar alguns valores que eu carrego comigo como a honestidade, o foco, o trabalho e também o amor pela família!

Paulina terá um amor?

Ainda não sei, estou muito curiosa!

Como está sendo pra você contracenar com grandes nomes da teledramaturgia?

O maior presente nessa novela foi ter o Milton Gonçalves como meu parceiro de cena! É uma honra e um grande aprendizado ter essa troca com ele todas as vezes que gravamos. Ele já virou um grande amigo e com certeza vou levar pra vida.

Você está namorando, não é? Fala um pouco do seu relacionamento, como se conheceram?

Nos conhecemos através de amigos em comum em um festival de música. Nos reencontramos nove meses depois, também em um evento de música, e aí ficamos mais próximos até que ele me pediu em namoro.

O fato de ele ser bem mais velho que você não atrapalha em nada?

Eu não acho ele tão mais velho assim e essa diferença de idade não atrapalha em nada no relacionamento. A gente é bem parecido no jeito de pensar, gosta das mesmas coisas e se dá super bem. Acho que isso é o mais importante.

Tem planos de casar e ter filhos?

Tenho, mas gosto de viver o hoje, aproveitar o agora e deixar as coisas acontecerem na hora que tiver que acontecer!

Que afazer doméstico você não gosta? Por quê?

Gosto de fazer tudo dentro de casa! Tenho mania de limpeza, não me importo em lavar a louça, lavar roupa ou até mesmo passar roupa, a não ser quando chego cansada do trabalho, que aí não gosto de nada (risos).

É boa de cozinha?

Sou! Adoro cozinhar! Minha mãe sempre fez questão de me ensinar desde muito jovem a fazer pelo menos o básico, e a minha curiosidade foi me levando a aprender outros tipos de pratos.

Qual é a parte boa e a ruim de morar junto?

Acho que quando você se dá bem com o seu parceiro não tem parte ruim. É legal ter a companhia de quem gosta todos os dias, dividindo, trocando e estando junto no que for preciso.

Como você lida com redes sociais? É muito apegada?

Eu consigo administrar bem o meu tempo nas minhas redes! Gosto de usar, postar fotos, conversar com os meus seguidores e mostrar um pouco do meu dia a dia, mas também consigo aproveitar aquele momento que estou vivendo deixando o celular de lado.

Foi difícil pra você trocar São Paulo pelo Rio?

Vim morar no Rio de Janeiro pela primeira vez em 2009, quando fiz a minha primeira novela, 'Passione'. Desde então, fiquei entre idas e vindas (Só morava aqui quando estava no ar em algum trabalho). Até que no ano passado decidi morar de vez. Talvez o mais difícil tenha sido tomar a decisão de não morar mais com os meus pais, mas sempre que posso vou visitá-los em São Paulo, ou eles vêm pra cá.

Podendo escolher, qual das duas cidades você prefere?

Eu adoro o Rio. Acho uma cidade linda e ter a praia pertinho de casa é uma bênção. Mas amo muito São Paulo!

De 0 a 10, quanto você é vaidosa?

Sou leonina, então sou bem vaidosa. Mas acho que tudo tem um limite e me preocupo em tomar cuidado para que isso não vire um excesso de preocupação com a própria imagem.

Você costuma ser ligada à moda?

Faz uns 5 ou 6 anos que me descobri na moda! Ela veio junto com o meu amadurecimento. Fui conhecendo lugares novos, pessoas, países diferentes e isso tudo fez com que eu me conhecesse melhor. Hoje em dia, eu fico ligada constantemente nela, compro revistas, sigo blogs e tento sempre ficar antenada nesse assunto. Sinto muito prazer em montar os meus looks, ousar nas peças e usar coisas diferentes! Não tenho um estilo próprio. Gosto de ir do clássico ao ousado. Me arrisco desenhando algumas peças e peço para minha costureira fazer. Tenho planos de lançar uma linha de roupa no futuro.

O que seus pais disseram quando você falou que queria ser artista?

Eu comecei a atuar com 6 anos de idade em publicidades de TV, em São Paulo. Eram meus pais que me levavam nos testes, nas aulas de teatro e tudo que fosse ligado à arte. Desde o começo, eles sempre me apoiaram e fizeram de tudo para que desse certo.

Se não fosse atriz, o que poderia ter sido?

Difícil responder essa pergunta já que por ter começado muito cedo nunca me vi fazendo outra coisa que não fosse atuar. Eu amo tanto o que faço que nem consigo pensar.

Comentários

Últimas de Leo Dias