Ex-empresária de Anitta 'vende' processo contra cantora por R$1 milhão

Kamilla Fialho acumulava cada vez mais dívidas

Por

Kamilla Fialho e Anitta
Kamilla Fialho e Anitta -

A situação financeira da ex empresária artística de Anitta, Kamilla Fialho, que viu sua carreira afundar desde a saída da cantora de seu escritório em 2014, fez com que ela tomasse uma atitude surpreendente: Kamilla vendeu a causa para um escritório de advocacia. Ela ganhou R$ 1 milhão o que para o tamanho do processo parece pouco. Mas como as dívidas pessoais estavam se acumulando e não há previsão para o fim do processo, ela aceitou a proposta dos advogados. Especialistas dizem que Anitta deve ter que pagar cerca de R$ 9 milhões se perder a causa, e as chances de vitória são pequenas. Até porque a juíza do caso, Flávia de Almeida Viveiro de Castro, raramente acata qualquer pedido por parte dos advogados da cantora. Kamilla chegou a ser apontada como a responsável pelo estouro nacional de Anitta após 'Show das Poderosas' e chegou a administrar carreiras de Naldo, Sapão e Lexa. Todos saíram brigados do escritório. Assim que Anitta saiu da K2L, muita gente apostava que Anitta sumiria. Aconteceu o oposto. Com o tempo, ficou inviável manter o escritório sem Anitta. Kamilla precisou fechar o escritório, romper a sociedade com o sócio Raphael Brahma e se desfazer de bens, até mesmo vender seu próprio carro. A essa altura, Kamilla já havia perdido todos seus artistas. Logo no início do processo, ainda em 2014, o irmão de Anitta, Renan, procurou Kamilla para um acordo extra judicial. Ofereceu R$ 1 milhão à vista. Ela pediu R$ 5 milhões. Anitta, na época, não tinha. E o processo seguiu. Anitta, aliás, acumula derrotas: ela não conseguiu mudar a juíza do caso, foi negado o direito de colocar o processo em segredo de Justiça e a cantora tem feito vários depósitos em juízo. A coluna procura Kamilla, mas ela não aceita falar sobre o caso.

Comentários

Últimas de Leo Dias