Assunção de Nossa Senhora

Por O Dia

Hoje, a Igreja celebra a Assunção de Nossa Senhora. Ou seja, tendo sido preservada do pecado original, terminada a sua missão na terra, a Virgem Maria foi elevada ao céu em corpo e alma. A festa da Assunção é fonte de grande esperança para nós, pois aponta o caminho para todos os seguidores de Cristo, que imitam a fidelidade e obediência de Maria à vontade de Deus. Onde Nossa Senhora agora está, nós também estamos destinados a ir, e podemos contar com isso sustentados pela graça divina.
O Evangelho da festa da Assunção de Maria ao céu descreve o encontro entre Maria e a prima Isabel, ressaltando que “Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia”. Naqueles dias, Maria corria rumo a uma pequena aldeia nos arredores de Jerusalém para se encontrar com Isabel. Hoje, ao contrário, a contemplamos no seu caminho rumo ao céu, para se encontrar finalmente com a face do Pai e para rever o rosto do seu Filho Jesus.
Ela foi a primeira que acreditou no Filho de Deus, a primeira que subiu ao céu em corpo e alma. A primeira que recebeu e levou ao colo Jesus, quando Ele era ainda um menino, a primeira que foi acolhida pelos seus braços para ser introduzida no Reino eterno do Pai. Precisamente porque acolheu e viveu o Evangelho, Maria, uma jovem humilde e simples, é recebida por Deus para permanecer por toda a eternidade ao lado do Filho.
A Assunção de Maria é um grande mistério que diz respeito a cada um de nós, ao nosso futuro. Ao contemplá-la hoje elevada ao céu, ao cumprimento final do seu itinerário terreno, demos graças porque ela sempre nos precede na peregrinação da vida. Que a Virgem Maria nos apoie para que possamos ter uma fé firme que nos ajude a ser santos, para nos encontrarmos com ela, um dia, no paraíso.

Comentários