Cuidados especiais na praia

Lei permite que os animais frequentem praias cariocas, mas é importante ter certos cuidados

Por Larissa Sant'Ana

Praias cariocas liberadas para cachorros: veja alguns cuidados para o bem-estar deles
Praias cariocas liberadas para cachorros: veja alguns cuidados para o bem-estar deles -

Uma lei que libera cães nas praias cariocas entrou em vigor em setembro do ano passado. Com isso, os pets também poderão aproveitar o verão, mas o dono deve tomar alguns cuidados ao levá-los para brincar à beira-mar.

Outra dica: é importante estar com todas as vacinas - vermifugação e antipulga - em dia, além de manter o animal hidratado e fazer uso de protetor solar veterinário.

Deve-se evitar que o cachorro entre no mar, principalmente nas partes mais fundas, já que o contato da água com o canal auditivo causa desconforto e a ingestão de água em excesso pode ocasionar vômitos e diarreias.

Assim como para os humanos, os horários mais quentes (das 10h às 16h) não são recomendados para os cães.

De acordo com a veterinária Caroline Moretti, os principais perigos da praia para os nossos amigos de quatro patas são a difilariose (doença no coração causada pela picada de um mosquito muito encontrado em ambientes praianos), desidratação, queimaduras, dermatopatias, verminoses, giardíase, gastroenterites e conjuntivite.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Praias cariocas liberadas para cachorros: veja alguns cuidados para o bem-estar deles SHUTTERSTOCK
Cachorros na praia: é recomendável dar água de coco aos pets? Shutterstock

Comentários