Mais Lidas
Coisas do Rio
Coluna
Coisas do Rio
Thiago Gomide - thigomide@gmail.com

Pombo subversivo foi preso em Cabo Frio

História muito doida: em 1977, um pombo-correio ficou enjaulado na delegacia acusado de subversão

Por Thiago Gomide

Pombo-correio foi preso em Cabo Frio acusado de subversão
Pombo-correio foi preso em Cabo Frio acusado de subversão -
De repente, um policial entra na sala do delegado carregando um pombo e afirmando que estava com um meliante perigosíssimo, um tipo de Beira-Mar de asas.
Atento aos mínimos detalhes e com os olhos abertos para as curvas sinuosas do mortal inesperado, o delegado Newton Waltz suspeita que aquela rolinha pode ser um caso sério de bicho treinado para a subversão.
A ave tinha presa a pata uma braçadeira com os dizeres “Brasil 73 – 198627”.
Parecia um recado. Parecia que aqueles números indicavam uma localização privilegiada. Parecia que era uma comunicação entre os que lutavam contra o regime militar. Parecia que o pombo, outrora símbolo da paz, era culpado.
Protestos estudantis se multiplicavam em Cabo Frio, o que sedimentava ainda mais a ideia de que o pombo preso poderia estar envolvido. Por qual motivo não? Hein?
Waltz não teve dúvida: entrou em contato com a Secretaria de Segurança. “Solicito instruções para pombo-correio encontrado e preso em Cabo Frio. Suspeitamos que seja um mensageiro da subversão. Aguardamos instruções”, disse.
A resposta veio rápido, indicando que era para manter o pombo preso e que o Departamento de Polícia Política e Social (DPPS) iria investigar.
Investiga daqui, investiga dali, tenta decifrar daqui, tenta decifrar dali, e nada. Nadinha. “Tem que abrir a caixa preta do pombo”, diriam atualmente.
Nada.
O bichinho não tinha nada a ver com o negócio.
Alguns dias depois e um relojoeiro entrou enfezado na delegacia. “Cadê meu pombo?”, perguntou.
O bichinho perdeu o rumo devido ao mau tempo. Não tinha ficha corrida. O número era de identificação de propriedade.
Foi liberado.
*
Pombo herói de guerra
Falei de um caso no Brasil, vou falar de um guerreiro em plena Primeira Guerra Mundial.
Batalha entre americanos e alemães. Os americanos tinham se perdido, ou seja, chance imensa de todos serem pegos e fuzilados.
Alguém precisava pedir ajuda.
Um pombinho foi escalado. Desafio: passar pelo exército alemão.
E lá foi o bicho, dando um rasante.
Eles chegam a 80 quilômetros por hora.
Identificado, o pombo tomou tiro no peito, perdeu um olho, perna foi quebrada...mas conseguiu levar a mensagem.
Bravura total e os americanos foram resgatados.
*
Dom João VI trouxe pombo pro Brasil?
Há correntes históricas que defendem que os pombos, que são da Ásia, vieram parar no Brasil por causa dos portugueses.
Eles trouxeram porque dariam um ar europeu.
Dom João VI, naquela fuga louca, trouxe pombos, por exemplo. Há quem diga que a ideia foi dele mesmo.
*
Coluna dedicada
Essa coluna é dedicada ao jornalista Oswaldo Coelho, de Cabo Frio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários