Coisas do Rio
Coluna
Coisas do Rio
Thiago Gomide - thigomide@gmail.com

Milagre: sebo tradicional completa 47 anos e faz festa para comemorar

O sebo Elizart Livros, na Avenida Marechal Floriano, é um dos mais antigos do Brasil e quase fechou as portas por causa das obras do VLT

Por Thiago Gomide

Um dos sebos mais antigos do país comemora 47 anos
Um dos sebos mais antigos do país comemora 47 anos -
Todo sebo é uma área sagrada da leitura e do achado.

Não tem jeito e nem estou querendo ser poetinha. Zero.

Quem frequenta raramente vai atrás de um específico livro. A pessoa vai atrás de uma descoberta, de um encontro...de um achado.

Pode até não levar nada, mas nunca sai vazio. Todo sebo é um mundo de chances.

Fazer 47 anos, em um país com debilidades educacionais imensas, com um índice de leitura de menos de 2 livros lidos por pessoa por ano, é para se comemorar sempre.
Sugere ser até milagre. 

O sebo Elizart nasceu em feiras e cresceu em loja. Desde de 1972, está em um sobrado do final do século XIX, no centro do Rio.

Quem deu o pontapé inicial no negócio foi o Manoel Mattos de Pinho, que deixou de herança para dois filhos que cresceram entre os livros, Manoel Filho e Arthur Reis.

O negócio familiar hoje é tocado pelo Bento, filho do velho Manoel, e pelos netos, descendentes da dupla que falei aí em cima.

São 50 mil livros. Raros? Me chama atenção a obra completa do poeta simbolista francês Paul Verlaine.

Quem me apresentou esse espaço foi Ziraldo, há quase 20 anos.

O cartunista é apenas um dos frequentadores ilustres que passam ou passaram por lá. 
Some na lista o escritor Ruy Castro, o ator José Wilker, o compositor Caique Botkay e, mais recentemente, o meu ex-professor da escola e badalado cronista Luiz Antônio Simas.

A festa vai das 15hs às 19hs.

Mais informações no Facebook deles. Clique aqui.

A coluna, que é fã do lugar, deixa aqui o abraço de parabéns.

*

Fechar as portas?

“Tivemos um 2018 muito ruim por conta das obras do VLT, colocamos o prédio à venda, mas estamos revendo essa decisão”, confidenciou Henrique Manoel Pinho.

Rever a decisão é mais um motivo para comemorar.

*

Livraria do Instituto Pereira Passos

Gostei de saber que o Instituto Pereira Passos, que sempre foi referência em estudos sobre nossa cidade, está organizando mensalmente lançamentos de livros que falam sobre o Rio de Janeiro.

O último foi o intrigante “História do Rio de Janeiro em 45 objetos”, que saiu pela Editora FGV.

Para saber dos eventos, acompanhe a página do IPP no Facebook

*

Bienal do Livro

Não custa lembrar que a Bienal do Livro vai rolar do dia 30 de agosto ao dia 8 de setembro.

A programação, como sempre, é extensa. Clique aqui para mais informações. 

Comentários