Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

Buquê de afetos

Nesses tempos de profunda mudança, há também exemplos de grande amizade e sublimação

Por Fernando Mansur

Dizem as tradições religiosas que quando o mundo passa dos limites e se degrada a um ponto de não retorno, uma grande Entidade Espiritual vem para reequilibrar o planeta. Por exemplo, no clássico hindu 'Bhagavad Gita', Krishna diz a Arjuna: "Eu Me Manifesto e apareço, de tempos em tempos, para proteger os bons, mudar os maus, e restabelecer a ordem no mundo". Será esse o caso, em que paliativos não mais resolvem?

Jesus ensinou que "não se põe vinho novo em odres velhos" e "ninguém põe remendo de pano novo em vestido velho; porque o remendo tira parte do vestido e fica maior a rotura". Nesses tempos de profunda mudança, em que nossos controles já não controlam, há também exemplos de grande amizade e sublimação.

'Sonhário' pode ser o nome para um berçário de sonhos. Algo que ouvi numa do cantor e compositor Oswaldo Montenegro. Ele contou que durante o tempo em que foi nômade e perambulou por ruas e praças de muitas cidades, numa delas encontrou um 'maluco beleza' que costumava sentar ao seu lado e repetir:

"Oswaldo, não se esqueça: fica sempre um perfume de flores nas mãos de quem distribui rosas. Surpreenda alguém com um gesto de carinho e alimente o mundo com gotas de esperança."

O que nos cabe é fazer a nossa parte. Podemos. Vamos!

Comentários