Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

Mudar é preciso

Cada um de nós começa a sentir a necessidade de alterar certos hábitos de conduta que ferem a natureza externa e a nossa

Por O Dia

Queremos vencer o 'inimigo' da vez. Todos nos unimos em ações e orações. As dificuldades momentâneas vão despertando em nós a consciência da interdependência.

Então, à medida em que o tempo passa, paramos e pensamos: só o combate será suficiente ou estamos, digamos assim, enxugando gelo? Enquanto dura o inverno rigoroso, o gelo é sólido. Porém, ele se desmancha ao sol da primavera.

Estão as elites dirigentes se tocando de que precisarão implementar mudanças em seu modo de gerir o mundo? Cada um de nós começa a sentir a necessidade de alterar certos hábitos de conduta que ferem a natureza externa e a nossa. 

O corpo humano sofre com as agressões que impomos a ele. Os animais, se falassem, pediriam clemência face a certos barbarismos que lhes infligimos. As árvores derrubadas sangram e gritam, em desespero.

O ar, a água, a terra, o homem, está tudo misturado. Nosso grito é um só. Não é só o ser humano que chora.

O egoísmo é o assassino do real. Distorce tudo. Só o altruísmo pode salvar. Perder o medo do julgamento daqueles que julgam com a visão mundana. 

Diz um Anjo que a cooperação é a verdadeira cura para a solidão.

"É impossível ficar isolado quando nossos talentos e habilidades estão a serviço da alegria de trabalhar juntos por um objetivo comum": a libertação da ignorância.

Podemos. Vamos!

Comentários