Fiat 500e será o primeiro elétrico da marca no Brasil

Com motor de 118 cv e autonomia de 320 km, subcompacto passa a ser vendido até o fim do ano

Por O Dia

Montado sobre uma nova plataforma, a terceira geração do 500 tem 6 cm a mais de largura e comprimento. A distância entre-eixos também foi aumentada em 2 cm
Montado sobre uma nova plataforma, a terceira geração do 500 tem 6 cm a mais de largura e comprimento. A distância entre-eixos também foi aumentada em 2 cm -

Rio - Descontinuado em 2018, o Fiat 500 voltará a ser comercializado no Brasil em sua variante elétrica, a 500e, no segundo semestre do ano. O modelo será o primeiro passo da marca rumo a eletrificação no país. Em sua terceira geração, ele chega equipado com motor de 118 cv e kit de baterias para rodar 320 km sem recarga.

A novidade dessa geração, em relação ao modelo vendido por aqui, está no design que chama mais a atenção pelo novo conjunto óptico. Os faróis dianteiros foram 'cortados' ao meio, com os DLRs — ainda arredondado para manter o formato circular —  entalhados na extremidades do capô. Os projetores de LED para posição alta e baixa ficam em baixo, posicionados na parte superior do para-choque.

As baterias de íons de lítio do 500e oferecem autonomia de até 320 km e podem ter 85% da sua carga carregada em apenas 35 minutos - Divulgação

A porção dianteira também muda o troca o emblema da Fiat, instalada no centro da grade, por um elemento cromado na inscrição '500'. Os vincos do capô e a tomada de ar do para-choque estão diferentes.

Do lado, a versão elétrica agrega um friso cromado que vai do para-lamas até a coluna 'C' e rodas de liga leve maiores. Atrás, são novos: para-choque, lanternas e tampa do porta-malas, que agrega espécie de spoiler acima da placa. 

Segundo a Fiat, o 'pequenino' ganhou medidas extras que podem garantir mais conforto aos ocupantes. Comprimento e largura passaram a ter 3,60 m e 1,68 m, respectivamente. Um ganho de 6 cm para cada dimensão.

No entre-eixos, o ganho foi menor: apenas 2 cm, resultando em 2,32 m. O porta-malas continua sendo compacto (40 l).

NOVO DESENHO DE PAINEL

Por dentro, o 500e recebeu novo desenho de painel e console. O interior também foi modernizado com a adoção de duas telas. Uma para o painel de instrumentos e a outra para a central multimídia, que tem 10,25 polegadas e usa o novo sistema Uconnect 5.

A nova versão do sistema tem funções como o My Remote, que permite ao proprietário (via smartphone) verificar o nível de carga da bateria, agendar o carregamento do veículo, encontrar a localização exata do carro, trancar e destrancar as portas, além de acender e apagar as luzes.  

Sob o capô, traz um motor elétrico com potência de 87 kW (118 cv), que gera velocidade máxima de 150 km/h (limitada). A aceleração de 0 a 100 km/h em 9 s e 0 a 50 km/h em 3,1 s. O tempo é cerca de 2 segundos mais rápido quando comparado ao modelo a combustão vendido por aqui em 2018, que usava motor 1.4 aspirado de 88 cv.

 

Recarrega por meio de carga rápida em até seis horas

A autonomia do modelo por carga o permite rodar até 320 km. O sistema pode ser recarregado por meio de carga rápida em até seis horas. Com 80% sendo atingido em apenas 35 minutos. De acordo com a marca italiana, cinco minutos de carga permitem rodar por 50 km. 

A lista se sistemas de segurança que o modelo traz é grande e conta com controles de tração, estabilidade, assistente de partida em rampa, controle inteligente de cruzeiro adaptativo (iACC), que funciona freando ou acelerando o modelo em resposta a qualquer obstáculo: carros, ciclistas, pedestres. Assistente de permanência em faixa, leitor de placas, sensor de fadiga e alerta de pontos cegos.

Por não ter atrito de peças como acontece nos motores a combustão, os conjuntos elétricos costumam ser silenciosos, o que aumenta o risco de acidentes com pedestres desatentos. Para amenizar esse problema, o modelo tem na sua lista de itens de segurança o Sistema de Alerta Acústico de Veículo (AVAS), um aviso acústico para pedestres obrigatório em velocidades de até 20 km/h, que emite o som escolhido pelo fabricante. No caso do 500e, a música de alerta será Amarcord, de Nino Rota.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Montado sobre uma nova plataforma, a terceira geração do 500 tem 6 cm a mais de largura e comprimento. A distância entre-eixos também foi aumentada em 2 cm Divulgação
As baterias de íons de lítio do 500e oferecem autonomia de até 320 km e podem ter 85% da sua carga carregada em apenas 35 minutos Divulgação
Modelo tem painel de instrumentos com tela colorida TFT e central multimídia de 10,25 polegadas retangular Divulgação
Logo alusiva a versão movida a eletricidade foi incorporada ao '500', com a troca do '0' pelo 'e' Divulgação
Todas as primeiras 500 unidades do modelo farão parte de uma edição especial cabrio Divulgação
O 500e vendido por aqui troca os faróis redondos por truque, com assinatura em LED inserida na parte inferior do capô, simulando um círculo Divulgação
Logo do modelo com o numeral '500' foi trocado por emblema da Fiat Divulgação

Comentários