Honda Civic 2020 muda pouco no visual e perde versão manual

Atual geração do sedã passa pela primeira mudança estética desde o seu lançamento em 2016

Por O Dia

Honda Civic 2020
Honda Civic 2020 -

Rio - O Honda Civic acaba de passar por sua primeira mudança estética desde o lançamento da 10ª geração, em 2016. A linha 2020 do sedã médio japonês ganhou novos itens de série, abandonou o câmbio manual e mudou o desenho dos para-choques. Os preços partem de R$ 97.900, que é o valor da nova opção de entrada LX. 

A mudança mais perceptível, visualmente falando, está presente na dianteira. O para-choque adota um desenho diferente na moldura das luzes de neblina. A peça em plástico preto cresceu em direção à grade.  O conjunto de iluminação é o mesmo da linha anterior.

A única mudança na lateral está na adoção de novas rodas de 17 polegadas — os aros vieram do Civic EX dos Estados Unidos e só mudam na versão intermediária, a Sport. Atrás, a atualização é ainda mais sutil e se resume a inclusão de um acabamento metálico fixado à parte inferior do para-choque e a nova iluminação das lanternas em LED. 

O interior fica mais refinado com materiais sensíveis ao toque no console central e painéis de porta. No caso das versões EX, EXL e Touring, os bancos de couro passam a ter as opções de cor preta ou cinza, de acordo com a pintura da carroceria.

Honda Civic 2020 - Divulgação

Na mecânica, a única novidade é o fim da oferta do câmbio manual de seis marchas. As configurações LX, EX e EXL usam o propulsor 2.0 flex de 155 cv, enquanto a Touring segue com o 1.5 turbo a gasolina de 173 cv. O câmbio automático é do tipo CVT, com sete marchas simuladas.

Equipamentos

Entre as novidades na lista de equipamentos, aparece a introdução do sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS) já desde a versão de entrada. O conjunto ainda  inclui ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold, controle de cruzeiro, sistema de áudio (cinco polegadas para a versão LX e sete polegadas touchscreen com Apple CarPlay e Android Auto para demais versões), comandos no volante e câmera para manobras em ré.

A versão Sport passa a adotar o acendimento automático dos faróis de série, além de receber o multimídia de 7 polegadas, enquanto a configuração EX inclui sistema de áudio com oito alto-falantes, bancos em couro e retrovisor interno fotocrômico.

O modelo EXL incorpora todos esses itens e ainda oferece novas tecnologias, como o sensor de chuva e chave presencial, que elimina a necessidade da chave para a abertura e partida do veículo. Outra novidade que amplia o conforto para os ocupantes da versão é a adição de saídas do ar-condicionado para os ocupantes do banco traseiro. 
 
Topo de linha, a versão Touring agrega som diferenciado, com 452 watts de potência e 10 alto falantes, além de recarga de celular por indução. A configuração é a única com banco do motorista é elétrico.
 
As mudanças de design externas estão presentes em todas as cinco versões do sedã: LX, Sport (R$ 104.100), EX (R$ 107.600), EXL (R$ 112.600) e na topo de linha, Touring (R$ 134.900). A linha chega às concessionárias da marca ainda este mês.
Confira abaixo as versões e preços do Civic 2020:
LX: R$ 97.900
Sport: R$ 104.100
EX: R$ 107.600
EXL: R$ 112.600
Touring: R$ 134.900

 

Galeria de Fotos

Honda Civic 2020 Divulgação
Honda Civic 2020 Divulgação
Honda Civic 2020 Divulgação
Honda Civic 2020 Divulgação

Comentários