Toyota deixa escapar visual da nova geração do Corolla

Modelo já tem hot site para clientes interessados se cadastrarem. Design da nova linha será inspirado em modelo europeu

Por Lucas Cardoso

Nova geração terá também opções com motor aspirado 2.0 e transmissão CVT de dez marchas
Nova geração terá também opções com motor aspirado 2.0 e transmissão CVT de dez marchas -

Rio - Confirmada para chegar em outubro, a 12ª geração do Toyota Corolla já tem seu próprio site. A marca colocou um portal exclusivo para o novo sedã no ar, na última quarta-feira. Por ele, os interessados podem se cadastrar para receber atualizações "em primeira mão" sobre o lançamento.

O site também mostra como será o visual do conjunto de iluminação do Corolla brasileiro, que chega com opção de motorização híbrida flex — o primeiro no mundo com essa combinação. O conjunto de iluminação (faróis, assinaturas em LED e faróis de neblina) mostrado na página remetem ao modelo europeu com a logo da marca ao centro da grade.

Visual é o mesmo da versão europeia, que traz a logo da marca ao centro dos dois faróis - fotos DivulgaÇÃO

De acordo com a Toyota, em um período de dois anos, foi feito um investimento de R$ 1,6 bilhão na linha de produção para receber a nova geração do sedã nacional. As variedades do novo Corolla serão fabricadas em Indaiatuba, no interior de São Paulo. A planta é de onde sai a geração atual do sedã japonês.

O Corolla 2020 será o terceiro carro híbrido da marca vendido no país. A mecânica do sedã será a mesma do Prius. O único senão para essa divisão é o fato do motor do sedã mais famoso também aceitar o abastecimento com etanol.

Na traseira, lanternas que invadem a tampa do porta-malas, formas mais retas e elemento cromado unindo as duas lanternas logo acima da placa - Divulgação

O motor 1.8 a combustão aliado ao motor elétrico tem potência combinada estimada em 122 cv e torque de 14,5 kgfm. A transmissão é automática do tipo CVT. De acordo com a marca japonesa, o desempenho da dupla motorização, que conta com frenagem regenerativa, garantirá uma autonomia de até 29,4 km/l.

Outras motorizações

Além disso, o Corolla novo deve ter também versões com o motor aspirado 2.0 da linha atual. Para fazer jus a nova geração, no entanto, ele deve ganhar os mesmos ajustes aplicados ao propulsor de mesma família usado pelo modelo norte-americano. Ganhará injeção direta, subindo sua potência dos 154 cv atuais para cerca de 170 cv.

A outra similaridade entre o Corolla e o Prius — também acontece com a RAV4 — é a utilização da plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture). Com ela, o Corolla 2020 ficou com 4,64 metros de comprimento (dois cm a mais que a, 2,70 m de distância entre-eixos, 1,78 m de largura e 1,43 m de altura.

Quando o assunto é interior, o modelo 2020 também deve dar um salto em relação a linha atual. Acabamentos melhores, mais sóbrio, painel de instrumentos em TFT com tela de sete polegadas, central multimídia de oito projetada e sistemas de segurança semi-autônomas certamente estarão na lista de mudanças. Aliás, a nova geração também promete encerrar o legado do tradicional relógio no painel.

 

Galeria de Fotos

Nova geração terá também opções com motor aspirado 2.0 e transmissão CVT de dez marchas Divulgação
Mais moderno, interior abandona o clássico reloginho e inclui nova central multimídia de oito polegadas projetada Na traseira, lanternas que invadem a tampa do porta-malas Divulgação
Visual é o mesmo da versão europeia, que traz a logo da marca ao centro dos dois faróis fotos DivulgaÇÃO
Dianteira apareceu em arte divulgada em hot site do modelo já disponível na internet Picasa / divulgação
Na traseira, lanternas que invadem a tampa do porta-malas, formas mais retas e elemento cromado unindo as duas lanternas logo acima da placa Divulgação

Comentários