Vai ou não vai?

.

Por O Dia

Em agosto os executivos da Sony Music comemoraram antecipadamente a contratação de Wesley Safadão, que estava praticamente fora da Som Livre. Coincidência ou não, Wesley passou a ignorar os prêmios das Organizações Globo. Mas o jogo virou. O mercado garante que a Som Livre ofereceu um caminhão de dinheiro a Luan Promoções, que é a dona do contrato do cantor. No mercado fonográfico normalmente artistas oferecem um número determinado de shows gratuitamente para as gravadoras. Safadão fazia uns seis por contrato. Nessa nova fase, ele não fará nenhum show de graça.

 

Comentários