TOC continua presente na vida de Roberto Carlos

Por O Dia

Em 2004, Roberto Carlos deu uma entrevista reveladora ao 'Fantástico' e assumiu sofrer de 'Transtorno Obsessivo Compulsivo', que para muitos parecem ser apenas manias, mas na verdade é uma doença mental grave acompanhada de rituais complexos e rígidos que comprometem a qualidade de vida de quem tem. A coluna descobriu que até hoje eles persistem. E em conversa com vizinhos de Roberto, eles relataram alguns exemplos de TOC.

Roberto comprou uma geladeira nova, mas o aparelho teve que ficar algumas semanas na garagem do prédio onde ele vive na Urca. A geladeira só podia entrar na casa de Roberto quando a lua virasse, mais precisamente quando entrasse a Lua Nova.

O edifício chegou a entrar em reforma e foram colocados andaimes para consertar a fachada do prédio. Roberto viajou para Miami para passar um mês enquanto as obras aconteciam. Nesse meio tempo, a obra foi concluída. O cantor decidiu pagar para manter o andaime até ele voltar, para que seu carro passasse novamente pela tal armação metálica. Sem isso, ele não entraria novamente no prédio.

Roberto tem quatro apartamentos no prédio onde mora: um pra governanta, outro para o filho, um terceiro para guardar suas coisas e o quarto, a cobertura, onde vive. Certa vez, ele saiu de casa e o porteiro abriu o elevador com o interfone na mão. Quando ele voltou, pediu ao porteiro para segurar o interfone novamente, como fez quando ele saiu, para que pudesse entrar de novo no elevador.

Comentários