Justiça manda Naldo sair de casa; cantor vai para retiro espiritual

Por O Dia

A juíza Ana Paula Delduque, titular do 3º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Fórum de Jacarepaguá, aceitou a petição do advogado de Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, que pedia para que Naldo saísse de casa a fim de ela voltar a morar no local. Um oficial de justiça irá até a casa de Naldo, obrigando o cantor a sair do imóvel e deixar que as chaves sejam entregues a Ellen. Vale ressaltar que Naldo já foi intimado da decisão da juíza em deferimento das medidas protetivas, ou seja, ele está ciente de que não pode se aproximar a menos de cem metros de Moranguinho. A advogada de Naldo também esteve na vara e acompanhou o caso. Após a decisão da Justiça, ela pediu para fazer uma cópia do processo antes de deixar o local.

Com a decisão da Justiça, Naldo deve sair da casa nos próximos dias. A Coluna já sabe o destino do cantor e conta em primeira mão para você, caro leitor: um retiro espiritual. Ele vai contar com a ajuda de uma igreja evangélica para tentar se reerguer.

Apesar do drama que envolve o casal, o advogado de Ellen disse a seguinte frase em uma conversa informal antes de deixar o cartório da vara: "Eu tenho quase certeza de que daqui a pouco eles vão voltar". Cai o pano.

Comentários