Empregada acusa Klebber Toledo de atropelamento

Por O Dia

No dia 8 de setembro, Klebber Toledo se envolveu em um acidente de carro. Ele passava pela orla da Barra, quando a empregada doméstica Rosinéia Fernandes de Oliveira, de 40 anos, atravessou fora da faixa de pedestres. Um taxista, que vinha passando, conseguiu frear o carro, mas Klebber Toledo vinha logo atrás e não teve a mesma sorte. Seu Volvo bateu na traseira do táxi. Com o impacto, o carro de aluguel atropelou Rosinéia, que teve fratura exposta no tornozelo esquerdo, amputação de uma falange do dedo mindinho e ainda a perda de cinco dentes. Rosinéia foi levada para o Hospital Miguel Couto e ficou internada por um mês e meio. "A ambulância demorou 40 minutos para chegar. Klebber permaneceu comigo, fez carinho na minha cabeça e disse que ia pagar minha fisioterapia e os meus dentes. Mas sumiu", contou ela à coluna. O registro de ocorrência foi feito pelo taxista na 16ª DP (Barra). A coluna procurou a assessoria de Klebber Toledo, que emitiu a nota: "Klebber Toledo não é o responsável pelo atropelamento. Rose atravessava fora da faixa e foi atingida por um táxi. O carro do ator seguia em faixa paralela a do taxista e foi cortado por ele, colidindo em sua traseira. Klebber prestou socorro à vítima e tentou tranquilizá-la até a chegada da emergência. O ator disponibilizou seus números e procurou o hospital para saber sobre o estado de saúde de Rose, já que o celular dela não funcionava. O ator afirma que custeará o tratamento de Rose, já que o taxista não assumiu suas responsabilidades para com a vítima".

Comentários