Justiça proíbe Gusttavo Lima de cantar 'Que mal te fiz eu'

A decisão se deu por causa de uma alteração na letra original composta por Ricardo Landum.

Por O Dia

 A juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 6ª vara empresarial do Rio, concedeu tutela de urgência proibindo o cantor Gusttavo Lima e a Som Livre de executar, divulgar e comercializar, por meio físico ou eletrônico, a canção “Que mal te fiz eu” com a letra alterada sem a autorização do seu autor, o compositor português Ricardo Landum. A decisão determina ainda o recolhimento de todos os exemplares dos CDs ‘Ô Sofrência’ e ‘Arena Pop 2015’, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Gusttavo LimaArte%3A O Dia Online