Músico do Karametade é o principal suspeito do assassinato de turista argentino

Imagens das câmeras mostram que foi o pagodeiro quem deu o soco que derrubou e vitimou Matias Carena

Por O Dia

A polícia acaba de pedir a prisão preventiva de Valterson Ferreira Cantuária, mais conhecido como Tody Cantuária, músico do Karametade. Ele é o principal suspeito de ter assassinado Matias Carena, o argentino de 28 anos, que se envolveu em uma briga num bar em Ipanema, na madrugada de domingo.

A Justiça já deferiu o pedido de prisão temporária. O Tody Cantuária responderá por homicídio culposo. 

Júlio Cesar Oliveira Godinho e Pedro Henrique Marciano seriam os outros envolvidos. Imagens feitas em uma das câmeras de vídeo da Rua Vinícius de Moraes , em Ipanema, comprovam que foi o pagodeiro quem deu o soco que derrubou o argentino. Carena bateu com a cabeça no meio-fio e morreu.

Segundo uma testemunha, a briga aconteceu após o fim de uma festa fechada no bar. Um grupo de três argentinos e cinco brasileiros começaram a brigar na calçada em frente ao estabelecimento com socos e até uma muleta. A coluna foi atrás e descobriu que o suspeito já deletou todas os seus perfis nas redes sociais.

Tody CantuáriaReprodução


Matias Carena (à direita) posa com amigo ao chegar em aeroporto no Rio de JaneiroReprodução Twitter